quarta-feira, maio 24, 2006

Nesta até eu jogava! - I

Inspirado por recentes leituras que tenho feito (aqui, aqui ou aqui), resolvi constituir o best of, aqueles que me marcaram, os inolvidáveis génios que depressa alcançaram o estrelato e a imortalidade, a crème de la crème, a mais fina nata presente nesses anos de glória, nessa década inesquecível - os jogadores que para mim fariam a pior equipa de sempre do Benfica na década de 90.
Verificar-se-á, porventura, que alguns deles jogaram juntos - ou daí talvez não, já que nessa altura a rotatividade do plantel do Benfica fazia com que qualquer observador atento ficasse tonto num instante, impossibilitando assim uma correcta assimilação dos factos.

Como com qualquer equipa, começa-se pelo início, pela base, pelo esteio dos 11 bravos em campo: o guarda-redes.
Felizmente tivemos a felicidade de ter um Santo nesta posição durante bastantes anos da década de 90, mas ainda assim, e quando São Michel decidiu subir do altar da Luz aos céus, ainda veio a tempo um grande reforço: Carlos Bossio de seu nome.
Grande de facto (mais de 1m90), chegava à barra apenas com o esticar de um braço - e com a mesma facilidade dava um frango daqueles que nem o Ricardo se atreve, e ajudava a enterrar a equipa.
Dono de uma agilidade aranhiça absolutamente inexistente, de um jogo de pés de fazer inveja a qualquer número 10 do último classificado da última divisão distrital de um qualquer obscuro distrito do interior, de uma genica na saída aos cruzamentos de fazer corar o Neno, ou de uma técnica no frente a frente com o avançado conhecida como o "agacha-te-e-põe-te-de-cócoras-a-ver-se-o-gajo-não-te-faz-uma-cueca" (técnica essa que deve em grande parte o seu reconhecimento internacional a esta grande peça), nunca se percebeu o que os olheiros sul-americanos ao serviço do Benfica tinham visto nele - a não ser um gajo grande na baliza.

Aqui fica atribuída a titularidade entre os postes a este cromo. Mas, e como se devem lembrar, estes anos foram profícuos em nulidades vestidas com a camisola do Benfica, pelo que não deverá ser difícil arranjar um onze condigno com o título deste post - um onze onde até eu jogava!
Podem contar com uma nova aquisição para a equipa à razao de um por semana (e por semana entenda-se "mais ou menos quando me apetecer").

3 Comments:

At maio 28, 2006 4:33 da tarde, Blogger Leki said...

Pois começas-te logo por uma posição que por acaso nos últimos 10 anos não tivemos mal, graças a 3 GRANDES MAGNÍFICOS guarda-redes....o MICHEL,ENKE E MOREIRA....este ultimo espero que agarre o mais rapido possivel a titularidade quer no benfica quer na seleção....concordo que Bossio foi o menos bom, mas se o moreto lá continuar é capaz de lhe fazer grande concorrencia...será que os GRANDES(em altura)são os piores?!...e vai uma palavra de apreço para o Quim, não o acho um GRANDE guarda redes mas sim um útil guarda-redes,pois foi com ele que fomos CAMPEÕES NACIONAIS!!

P.s espero que essa tua equipa seja treinada pelo Artur jorge...sem duvida o pior treinador que passou na luz nos ultimos tempos

 
At maio 28, 2006 9:31 da tarde, Anonymous miguel said...

presumo ke o beto depois dakele tunel ao etoo no jogo do barça , ke acabou por dar o 1ºgolo deles , tenha entrada directa nesse onze magnifico !!

p.s. axo mal menosprezares os nº10 dos distritais!!:P

 
At maio 29, 2006 10:35 da manhã, Blogger mago said...

O treinador sairá depois dos 11 de campo. Já o Beto não entra nestas contas, porque para além de se conseguir arranjar pior (o que é um feito) vou-me centrar mais nos plantéis do Benfica da década de 90.

 

Enviar um comentário

<< Home